Peeling de Fenol: tudo que você precisa saber sobre

Você já ouviu falar sobre o peeling de fenol? O procedimento é cada vez mais requisitado no mundo da beleza. Vamos entender um pouco mais sobre a técnica.

O peeling de fenol é considerado o peeling mais profundo quando comparado aos demais. Trata-se de um procedimento estético que promove o rejuvenescimento facial por meio da aplicação de um ácido específico sobre a pele. A técnica envolve a troca das várias camadas da pele, favorecendo o crescimento de uma camada mais lisa, e produz um estímulo dérmico do colágeno. Quer saber mais? Continue a leitura!

Como funciona o peeling químico?

Antes de mais nada, é importante deixar claro que, mesmo não se tratando de uma cirurgia plástica, o paciente deve seguir à risca todas as orientações de pré e pós-operatório prescritas pelo médico.

O preparo da pele inicia-se em torno de 15 dias antes da aplicação do peeling químico. Para aliviar as dores, manter o conforto e a segurança, o paciente é submetido a anestesia local com sedação. Em alguns casos, pode ser indicado o uso da anestesia geral.

Ao todo, a sessão do peeling de fenol dura cerca de 90 minutos. O procedimento deve ser realizado em um centro cirúrgico para monitorar o paciente, além disso, ele deve permanecer sob observação no hospital até a manhã seguinte, período em que ganhará alta.

Quem pode fazer o peeling de fenol?

Em média, a recomendação é feita para os pacientes com idade acima de 45 a 50 anos e, geralmente, de pele mais clara. As pessoas com rugas profundas, ex-fumantes ou que estão sofrendo com os efeitos do envelhecimento são as mais indicadas para esse procedimento.

Por outro lado, o peeling químico profundo com fenol é contraindicado em casos de pele escura, cicatrizes de quelóide, pele pálida, com sardas ou verrugas faciais. De qualquer maneira, consulte o médico para saber se você pode ou não fazer o tratamento.

Como é a recuperação do peeling de fenol?

Tratando-se de um tratamento profundo que resulta em vermelhidão com inchaço e uma sensação de queimação, o peeling de fenol exige uma recuperação longa e delicada.

Os incômodos dos efeitos colaterais podem ser minimizados se o paciente seguir as orientações do médico, como dormir com a cabeça um pouco mais elevada para reduzir os inchaços, tomar os analgésicos nos horários certos e aplicar os curativos. Por cerca de três meses, é necessário evitar a exposição solar e o uso do protetor solar deve ser constante, principalmente antes de sair de casa.

Após a cicatrização completa, a pele ficará mais clara, luminosa, com viço e elasticidade. Além disso, a aparência das manchas e das rugas será reduzida de maneira significativa.

Quanto tempo dura o efeito do peeling químico?

Essa é uma das dúvidas mais frequentes dos pacientes que desejam realizar o procedimento, durante a consulta. A verdade é que, apesar de ter um resultado duradouro, em média de 10 a 15 anos, não é permanente e o tempo irá depender dos cuidados que o paciente seguirá após realizar o peeling profundo.

Esse tipo de procedimento possui um alto poder de retração de pele, isso quer dizer que quanto mais rugas e flacidez o paciente tiver antes de realizar o procedimento, maiores serão os efeitos finais. Além de melhorar as rugas, a técnica também é muito eficaz para a eliminação de manchas.

Siga as recomendações do seu médico e tire dúvidas durante as consultas. Ainda tem perguntas sobre o peeling de fenol? Envie sua mensagem para o Dr. Rogério Leal e ele responderá!

  • Share post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agendamentos

Somos uma Clínica Particular, não atendemos
Convênios ou Planos de Saúde.

Os valores de Cirurgias e/ou Procedimentos serão
orçados SOMENTE após a consulta médica.
A central de agendamentos não possui informações sobre valores.

Valor da consulta: R$ 700,00